aliger em instagram

6 de dezembro, 2019

A tag RFID está revolucionando a indústria.

Entenda o que é tag RFID, como funciona e suas aplicações.

O avanço da tecnologia como a IoT tem impactado diretamente o desenvolvimento das empresas e nossas vidas. O termo IoT é muito mais do que apenas dispositivos ligados à internet, com essa tecnologia é possível conectar as coisas à internet através do Rain RFID e assim rastrear os ativos, obter informações sobre sua identidade e autenticidade e monitorar o seu deslocamento, facilitando assim, o controle de gestão. O sistema RFID refere-se à identificação a captura de dados por rádio frequência.

História

A tecnologia RFID (sistema de identificação por radiofrequência) surgiu na Segunda Guerra Mundial, nos sistemas de radares. Watson-Watt foi que liderou o projeto do primeiro identificador ativo amigo ou inimigo, o IFF. Desta forma um transmissor era colocado nos aviões “amigos” e quando os transmissores recebiam o sinal de resposta era identificado como avião “amigo” e esse mesmo princípio é usado no RFID, ou seja, um sinal é enviado a um transponder que reflete de volta o sinal, conhecido como sistema passivo ou transmite um sinal próprio, conhecido como sistema ativo. Durante as décadas de 50 e 60 houve grande avanço nessa área surgindo assim a antecessora das Tags RFID, patenteado por Mario Cardullo sendo um transponder de rádio passivo com memória.

Os diferentes tipos de RFID

O sistema de identificação por radiofrequência, as de tags RFID, podem ser anexadas ao objeto ou implantadas em animais. Hoje existem diversos tipos de RFID que funcionam em diferentes frequências e suas aplicações são distintas. Para entender melhor suas aplicações, é importante conhecer suas características para ter um bom desempenho. Atualmente contamos com TAG’s ativas e passivas. As ativas possuem bateria própria para transmissão periódica do sinal a uma boa distância. Já as etiquetas passivas usam a energia de rádio transmitida pelo leitor e, em geral, já vem com um número universal único e algumas podem ser recodificadas (regravadas), e estas são de muito baixo custo em relação as tecnologias existentes no mercado para rastreamento de ativos em tempo real.

Os diferentes tipos de RFID

Existem três faixas principais de frequência nas quais os sistemas RFID operam. E como regra geral, sistemas de baixa frequência distinguem-se por baixa velocidade e curtas faixas de leitura. Já os sistemas RFID de alta frequência são usados onde são necessárias faixas de leitura mais longas e velocidades de leitura rápidas.

  • Low-frequency ou baixa frequência que opera entre 125 - 148 Hz e com alcance de até 80 mm, geralmente utilizado para rastreamento de animais;

  • High-frequency ou alta frequência que opera numa frequência de 13,56 MHz e com alcance de até 2 metros, ideal para identificação de produtos, bibliotecas, transporte público, pagamento e controle de acesso;

  • Ultra-height frequency (UHF) ou ultra-alta frequência (RAIN RFID) que opera entre 860 - 930 MHz com alcance superior a 20 metros, ideal no no varejo para identificação de pallets, containers e logística, podendo fazer milhares de leituras simultâneas por segundo.

Conheça as principais aplicações do RAIN RFID

  1. Localização em tempo real

Com a tecnologia RAIN RFID a localização em tempo real (RTLS) pode ser implementada. Isso facilita o controle da gestão, permitindo saber onde algum objeto ou pessoa está e monitorar o seu deslocamento. Em centros de distribuição e armazéns é possível eliminar a contagem manual e usar as informações lidas nas etiquetas.

Desta forma, processos onde haja movimentação de carga também são compatíveis com a tecnologia RFID podendo acompanhar o movimento de peças de alto valor agregado, empilhadeiras entre outros. Assim, os recursos são aprimorados e a administração consegue cortar custos desnecessários, gerando eficiência e agilidade nos processos operacionais.

Conheça as principais aplicações do RAIN RFID

  1. Controle de estoque

Com as etiquetas nos produtos é fácil ter o controle de todo o estoque, até mesmo em  tempo real. Com isso elimina-se a contagem manual reduzindo a margem de erros e aumentando a eficiência e velocidade do processo, uma vez que todos os itens podem ser inventariados de uma só vez. Desta forma podemos afirmar que a tecnologia otimiza todo o processo e reduz custos.

  1. Saúde

Na área da saúde é possível localizar suprimentos médicos, instrumentação e equipamentos cirúrgicos, salas de suprimentos, e armários para confirmar o produto e a disponibilidade, monitorar o uso, acionar cobrança e reabastecimento e notificar a validade do produto, localizar equipamentos e a equipe, mantendo o foco no atendimento ao paciente e não nas tarefas operacionais. Pode-se fazer o registro de pacientes de modo a facilitar a administração de medicamentos e o tratamento.

As tags RFID também podem ser utilizadas para localização de pacientes. Essa tecnologia permite, em tempo real, localizar de ativos em toda a instalação para que os médicos possam obter o equipamento necessário, quando necessitarem, não importa onde estejam armazenados.

É importante dizer que já existem tags que são altamente resistentes ao calor podendo ser usadas em equipamentos que necessitem de esterilização em autoclaves. Conheças as Soluções Inteligentes da Aliger para a Saúde.

  1. Indústrias em geral

Nas indústrias 4.0 a tecnologia RFID auxilia na coleta de dados possibilitando análises avançadas e melhores tomadas de decisões. Nas indústrias de alimentos e bebidas é possível monitorar a cadeia de frio de produtos refrigerados da indústria até o supermercado.

Em indústrias em geral as etiquetas RFID podem ser usadas para identificar em qual parte da linha de montagem está o produto uma vez que os produtos se movimentam com velocidade constante e não podem reduzir a marcha para leitura. Também podem melhorar as experiências de viagem nos aeroportos uma vez que malas, carrinhos e outros objetos podem ser identificados e totalmente rastreáveis.

  1. Rastreamento de animais

Na pecuária o sistema de radiofrequência para o controle do rebanho já é muito comum em fazendas da Austrália e do Canadá. Esse sistema oferece segurança tanto para o produtor que pode rastrear os animais quanto na indústria garantindo a qualidade da carne e exportação. O uso do RFID na pecuária ajuda a prevenir roubos e furtos de animais, principalmente nas regiões de fronteiras, além de identificar a origem da carne.

Mesmo no Brasil, na bolsa de gêneros alimentícios, o gado rastreado tem maior valor do que o não rastreado. Isso também vale para outros animais e diversos tipos de cultura como uva, café e qualquer outra onde o rastreamento, a designação de origem, histórico, entre outras informações históricas podem agregar um grande valor ao produto. Conheça as Soluções Inteligentes para Agricultura e Pecuária.

Vantagens do RAIN RFID

Agora que você já conheceu algumas das aplicações da tecnologia RAIN RFID, conheça seus principais benefícios.

  • Agilidade nos processos;

  • Redução de custos;

  • Redução de mão-de-obra;

  • Redução de erros no controle de estoque;

  • Precisão nas informações de armazenamento;

  • Aumento da velocidade de expedição;

  • Inventário instantâneo de estoque;

  • Prevenção de roubo de mercadorias e/ou animais;

  • Leitura de milhares de tags por segundo permitindo inventariar todos os produtos contidos em uma caixa de uma vez só, quando ela é passada por um portal, identificando ainda se os produtos estão entrando ou saindo.

Vantagens do RAIN RFID

A tecnologia RAIN RFID tem se mostrado uma importante aliada na indústria sendo poderosa na coleta de dados, tornando-a mais eficiente e lucrativa. A partir da escolha correta da Tag RAIN RFID, é possível monitorar e melhorar quase todos os aspectos de seu fluxo de trabalho.

O sistema traz precisão e a segurança tornando uma plataforma ideal de coleta de dados para uma ampla variedade de mercados e aplicativos, incluindo agropecuária, assistência médica, farmacêutica, manufatura, armazenamento, logística, transporte e varejo.

Gostou deste conteúdo sobre a tecnologia RAIN RFID e como ela pode revolucionar a indústria? A Aliger alia a tecnologia RAIN RFID com sensores de IoT e sistemas de Visão Computacional de forma a atender e complementar as aplicações de seus clientes, resolvendo problemas até então considerados insolúveis.

Para conhecer as soluções disponíveis pela Aliger entre em contato e fale com um especialista.

Assine nossa newsletter e receba todas as novidades sobre Visão Computacional, IA, Tags RFID, Sensores e IoT.

Escrito por

Tags

Open chat