aliger em Business

7 de julho, 2018

Internet das coisas em logística: como ela beneficia o setor?

Novas tecnologias surgem a todo momento, e de maneira cada vez mais rápida alteram a forma como nos comportamos e nos relacionamos. O mesmo ocorre com o mundo corporativo, porém, de maneira ainda mais intensa. Uma das transformações mais nítidas é aplicação da tecnologia de internet das coisas em logística. As novidades envolvendo a IoT tem beneficiado muito esse setor.

O universo corporativo é, por essência, mais sensível às mudanças tecnológicas, uma vez que o ambiente competitivo gera uma demanda por novidades que representem alguma vantagem competitiva às empresas. O resultado dessa dinâmica é a velocidade de adoção cada vez maior de avanços, como a IoT e a IA (Inteligência Artificial).

Confira, a seguir, o conceito de IoT, suas novidades no setor de logística e os desafios para o futuro!

O que é a internet das coisas?


A internet das coisas tem se desenvolvido a passos largos, junto à quantidade de dispositivos conectados à internet. Mais do que uma rede de objetos que apenas transmitem informações, a interação das máquinas permite a coleta automática de dados. Os dados obtidos possibilitam a realimentação do próprio sistema, levando à antecipação de ações, a previsão de cenários e a ampliação dos canais de comunicação.

Quais as novidades envolvendo a Internet das coisas em logística?


O ciclo logístico relaciona todas as funções de uma empresa. Seu objeto de monitoramento e controle, parte da gestão de matérias-primas até o recebimento do produto pelo cliente final. A gestão da logística reversa — para o caso de devoluções e possíveis falhas no processo produtivo, como os recalls, por exemplo — também é parte importante do ciclo.

Longe de ser apenas um departamento isolado da empresa, a logística deve ser encarada como a ponte que interliga, de maneira efetiva, a empresa e o seu mercado consumidor. Fornecedores, distribuidores, varejistas, consumidores, fabricantes, armazéns e depósitos são algumas das etapas que fazem parte da gestão logística.

As aplicações da internet das coisas em logística são inúmeras, incrementando as atividades de monitoramento de cargas, controle de frota e gestão de estoque. Atividades de monitoramento ganham instantaneidade, ampliando a eficácia no rastreio de cargas.

Com a IoT, mais especificamente por meio do uso de GPS, é possível acompanhar em tempo real o percurso de uma frota, estabelecendo rotas, realizando o controle de velocidade e apoio à segurança.

Tecnologias como o RFID (Radio-Frequency IDentification) e os leitores de código de barras simplificam a gestão de estoque, permitindo a rastreabilidade automática de mercadorias. Outra aplicação da automação é a possibilidade de controle de documentações para revisões preventivas e periódicas, além do uso de sistemas de gestão virtual de armazéns.

Quais são os desafios para o futuro?


Mesmo com as grandes vantagens da internet das coisas em logística,  Segundo o relatório ‘The Future of IoT in Enterprise’,  40% dos entrevistados veem os problemas de conectividade como um dos maiores desafios.

Outro desafio diz respeito aos investimentos. Apesar de consideráveis, os gastos para aplicação da IoT em logística têm barateado nos últimos anos. Porém, é importante salientar a importância da análise custo-benefício, pois os ganhos em eficiência e a economia obtida com a redução de perdas e de custos operacionais, pagam os investimentos realizados.

A IoT já é uma realidade. A aplicação dessa tecnologia tem proporcionado um grande avanço em termos de eficiência e eficácia no setor logístico como um todo.

Empresas que têm como core business o transporte, manuseio e a distribuição de bens e mercadorias, seja pelas vias rodoviária, ferroviária, marítima ou aérea, podem apresentar serviços cada vez mais avançados aos seus clientes.

Empresas não relacionadas diretamente ao setor logístico, também têm obtido sucesso na aplicação da IoT, garantindo melhor eficiência na gestão e interligação de sua cadeia de suprimentos.

O uso da internet das coisas em logística é apenas uma das oportunidades disponíveis para a diferenciação. Cabe às empresas ficarem atentas aos avanços tecnológicos para que possam garantir vantagem competitiva em seus ambientes de atuação.

Se você deseja saber mais sobre as diferentes aplicações da IoT, acesse este artigo em nosso blog.

Escrito por

Tags

Open chat