aliger em AI

9 de julho, 2019

4 aplicações incríveis da internet das coisas em veículos

Um dos avanços tecnológicos sobre o qual mais se fala atualmente é a Internet das Coisas. A tecnologia de conectar coisas com outras coisas pela internet certamente tem sido um facilitador em áreas como a indústria, varejo, construção civil e, especialmente, na gestão de frotas.

A IoT — do inglês, Internet of Things — vem mostrando grande influência no setor automotivo e os avanços são sempre destaque nas feiras e eventos do setor.

Separamos nesta matéria 5 tipos de aplicações da IoT na gestão de frotas, que podem melhorar seus resultados. Acompanhe!

1. Manutenção preventiva com telemetria

Um dos grandes destaques da presença da Internet das Coisas no mundo automotivo é a manutenção preventiva por meio da telemetria.

Sensores instalados no veículo enviam sinais para uma central que identifica possíveis problemas por meio da leitura dos dados. A central informa ao gestor na logística ou ao próprio motorista quando há a necessidade de manutenção, troca de óleo, água e outros reparos necessários, ou se o carro apresenta algum defeito que pode representar algum risco à segurança de quem o conduz.

Também é possível, por meio do próprio painel digital do carro, agendar visitas à concessionária, chamar guinchos e identificar a mecânica mais próxima em casos de emergência.

2. Prevenção de acidentes com a Internet das Coisas

Outra ferramenta de destaque na Internet das Coisas em carros tem o objetivo de prevenir acidentes. A leitura de vias por meio de sensores realiza a frenagem do veículo quando esta se faz necessária ou até mesmo impede uma simples troca de faixa quando a presença de outro veículo é identificada nas proximidades, evitando a possibilidade de colisão.

Prevenção de acidentes com a Internet das Coisas

Alguns dispositivos, já disponíveis também em carros domésticos, como leitores de batimentos cardíacos, evitam que o motorista durma enquanto dirige e até mesmo identificam se o condutor está sofrendo de algum problema de saúde que possa afetar a condução do veículo.

3. Armazenamento e transporte na logística

Quando falamos de logística, o controle de qualidade e proteção dos bens transportados faz grande diferença. No ramo alimentício, por exemplo, sensores realizam o controle de temperatura em caminhões que transportam os alimentos, evitando perdas ao mantê-los sempre na temperatura ideal.

Além disso, é possível detectar a vibração e funcionamento do próprio motor do veículo, apontando e identificando quaisquer problemas que possam acarretar em acidentes, atrasos nas entregas ou até mesmo danos aos materiais transportados.

4. Rastreamento e segurança de veículos

O sistema de rastreamento, utilizado principalmente em casos de roubo e furto, permite que as empresas e usuários tenham acesso em tempo real à localização de veículos e frotas, com controles de ignição que permitem que o veículo seja bloqueado pela internet e pare de funcionar.

Caso o motorista desvie da rota traçada, automaticamente a empresa é acionada e informada da alteração, o que possibilita o contato direto do suporte com o motorista. Outra finalidade é a própria segurança do funcionário, que consegue informar quaisquer tipos de problemas aos responsáveis e obter auxílio com mais agilidade.

A Internet das Coisas vem ganhando destaque na gestão de frotas

Com extensa aplicabilidade, a Internet das Coisas trabalha em diversos aspectos e segmentos otimizando os processos e aumentando a eficiência dos serviços. Com tantos avanços, o que mais podemos esperar da Internet das Coisas no futuro?

Para ficar sempre atualizado, assine a nossa newsletter e receba no seu e-mail novos avanços e aplicações da IoT no mundo empresarial!

Escrito por

Tags

Open chat