aliger em IoT

22 de novembro, 2019

Os sensores IoT e suas aplicações na agricultura e pecuária

Com o avanço das tecnologias de Internet das Coisas (IoT), é natural que sua aplicabilidade seja cada vez mais abrangente. São inúmeros os segmentos e empresas que utilizam sensores IoT para ganhar em eficiência, economia de recursos e evitar erros nas suas operações. Para a agricultura e a pecuária, isso já é uma realidade. As vantagens de sensores IoT para agricultura e pecuária são inúmeras. Aumento na produtividade, melhorias na produção, controle de pragas e prejuízos. Esses são só alguns exemplos do que vamos explicar agora. Continue lendo para descobrir o uso dos sensores no campo e tudo que eles têm a oferecer.

O que são sensores IoT e como eles funcionam

Os sensores são dispositivos que monitoram e detectam eventuais alterações em um ambiente. Funcionando dentro de um sistema, eles são capazes de detectar fenômenos físicos, como mudanças de temperatura e de luz, por exemplo. Em seguida, um sensor consegue compreender esse fenômeno e transformá-lo em um sinal elétrico. Os sensores podem ser utilizados para medir quase todas as propriedades físicas ao nosso redor. Alguns dos mais comuns incluem os termômetros que usamos no dia a dia, sensores de pressão, sensores de luz, acelerômetros, giroscópios, sensores de movimento e sensores de gás, por exemplo. Pensando especificamente nos sensores IoT,  eles são capazes de detectar condições dentro ou ao redor do dispositivo em que estão alocados, captando ainda os eventos ou alterações nos ambientes para as finalidades para as quais foram projetados. Além disso, também cabe aos sensores IoT transmitir as informações captadas para sistemas e outros dispositivos, também conectados à internet. Esses outros dispositivos, então, usam esses dados para ações, análises e assim por diante. Diante disso, fica claro que os sensores são componentes essenciais da Internet das Coisas. Eles captam grande parte das informações que são processadas pelos dispositivos inteligentes e que são, em seguida, potencializadas para melhorar diversas fases do trabalho.

Sensores IoT na agricultura e pecuária: aplicações práticas

A utilização de soluções de Internet das Coisas não só é realidade como está em crescimento exponencial. Apenas para o setor da agricultura, a inteligência de BI prevê que o número de instalações de dispositivos de IoT chegue em 75 milhões em 2020. Veja a seguir algumas aplicações dos sensores IoT que já transformam o campo da agricultura e da pecuária:

Sensores IoT e agricultura inteligente

Um conceito importante da tecnologia aplicada à agricultura, atualmente, é o do cultivo inteligente. E é por meio do uso de sensores IoT que se facilita o controle e o monitoramento inteligente da produção agrícola. O foco, nesse cenário, é aumentar a produtividade ao mesmo tempo que economiza recursos.  A agricultura inteligente pode usar de dispositivos em diversas tarefas do seu cotidiano como na análise do solo, no acompanhamento da temperatura local, no ajuste da irrigação e até no monitoramento de adubamento e no controle de pragas.

O uso de sensores na agricultura de precisão

A agricultura de precisão utiliza vários tipos de sensores. De forma geral, os sensores IoT aplicados a essa área fornecem dados que ajudam os agricultores a monitorar e otimizar as culturas, bem como adaptar-se a fatores e condições ambientais diversas. Alguns dos sensores mais comuns no setor são os de localização, que utilizam sinais de satélites GPS para determinar latitude, longitude e altitude, permitindo uma representação topográfica muito precisa de qualquer terreno. Além disso, é possível mapear os limites do terreno, estradas existentes e áreas úmidas de toda propriedade. Essas informações são muito úteis no planejamento agrícola.

Sensores para estufas e hidroponia

Os sensores IoT aplicados a ambientes como estufas podem capturar muitos dados, incluindo o brilho, umidade do ar e do solo, temperatura e PH da água, entre outros. Esse tipo de monitoramento remoto e um sistema de alerta permitem gerenciar a estufa, agindo sobre problemas e elaborando possíveis ações corretivas até mesmo remotamente.

Sensores para monitoramento e manejo de gado

Uma aplicação comum de sensores IoT na pecuária está nos colares equipados com sensores que permitem registrar informações sobre a saúde do gado. Com esse tipo de sensor, é possível saber, por exemplo, se uma vaca está em período de ovulação ou gestação. Os criadores recebem alertas em caso de modificação do estado ou do comportamento do animal. Além disso, outro tipo de sensor também pode agir como detectores de parto. Em um cenário de aumento do rebanho, eles permitem que os pecuaristas acompanhem de perto e melhorem a qualidade de vida do rebanho, mesmo remotamente e com menor gasto de mão de obra. Há uma variedade de dispositivos que desempenham essa função, mas os mais comuns são o termômetro vaginal e o acelerômetro.

Sensores para a prevenção de doenças e infestações

Com a utilização de dispositivos inteligentes, conectados por sensores IoT, é  possível que agricultores possam identificar qualquer anomalia no crescimento e desenvolvimento da cultura. Assim, mesmo que remotamente, é possível trabalha efetivamente na prevenção de quaisquer doenças ou infestações que possam prejudicar a produção.

Monitoramento de irrigação e fertilização do solo

Os sensores IoT, como já deve ter ficado claro, conseguem agir em várias frentes do ambiente agrícola. Captando dados de fontes diversas, eles conseguem agir até mesmo no processo de irrigação e fertilização. A principal vantagem, nesse sentido, é a otimização do trabalho e a economia de recursos.  Sensores IoT instalados em máquinas agrícolas ou em estufas, por exemplo, possibilitam a obtenção de uma série de informações sobre o plantio. Esses dados podem orientar diferentes ações, como correção de acidez do solo, aumento ou redução da irrigação automatizada e a inserção de nutrientes específicos na plantação. Além disso, existem ainda os sensores que notificam o momento em que os produtos estão prontos para serem colhidos, agindo para evitar eventuais desperdícios em sua lavoura. A aplicabilidade exemplificada nas situações acima são apenas algumas das principais que os sensores IoT oferecem para agricultura e pecuária. Além do que foi citado, ainda é possível ir muito além, passando desde o controle da saúde de animais e plantas, até a medição de qualidade dos produtos agrícolas e de origem animal. Para entender melhor como esses resultados podem ser obtidos dentro da sua operação agrícola ou pecuária, veja aqui  como a Aliger oferece esse tipo de soluções.

Escrito por

Tags

Open chat